domingo, 4 de Dezembro de 2005

ESTRUTURA DA LINGUAGEM



Um artigo do Dr. Jairo Mancilha
em especial para o nosso Blog.


Segundo a Gramática Transformacional de Noam Chomsky, conceitos, idéias e pensamentos, (estruturas profundas) não estão inerentemente ligados a nenhuma forma de linguagem, mas podem ser expressos através de uma variedade de expressões lingüísticas (estruturas superficiais). Por exemplo as palavras casa, house ou chez referem-se ao mesmo conceito mental e aos mesmos dados experienciais. De maneira semelhante as frases o gato caçou o rato e o rato foi caçado pelo gato, referem-se ao mesmo evento, embora a seqüência de palavras seja diferente.

Idéias e pensamentos complexos chegam à superfície como linguagem, depois que uma série de "transformações" os convertem em frases bem formuladas. Estas transformações agem como um tipo de filtro para as nossas experiências profundas. O processo de transformação da estrutura profunda em estrutura superficial (linguagem) é chamado de "derivação".

A ESTRUTURA SUPERFICIAL é o que é falado ou escrito (que foi derivado da estrutura profunda)

A ESTRUTURA PROFUNDA são pensamentos, conceitos idéias (que são a origem e fonte da linguagem)

Os criadores da Programação Neurolingüística-PNL, Bandler e Grinder afirmam que este movimento da estrutura profunda para a estrutura superficial se dá através de processos de omissão, generalização e distorção. Então, alguma informação é necessariamente perdida ou distorcida na transformação ou "derivação" da estrutura profunda para a superficial.

Na linguagem, esses processos ocorrem durante a transição ou tradução da estrutura profunda (imagens mentais, sons sensações e outras representações sensoriais que estão guardadas em nosso sistema nervoso) para a estrutura superficial (palavras, sinais e símbolos que escolhemos para descrever ou representar nossa experiência sensorial primária).

O primeiro modelo da PNL, o Metamodelo de linguaguem, objetiva desfazer as omissões, generalizações e distorções da linguagem. Através de uma série de perguntas ele nos ajuda a conectar a linguagem (estrutura superficial) com a sua origem e o seu significado completo (estrutura profunda).

A PNL amplia a noção de estrutura superficial e estrutura profunda para incluir mais que os processos lingüísticos e as representações. Ela considera como parte da estrutura profunda as experiências sensoriais e emocionais ou "experiência primária". A linguagem é, então, "uma experiência secundária", isto é, uma parte de nosso modelo de mundo que é derivado de nossa experiência primária.

Para compreender e perceber o sentido das palavras e da linguagem que ouvimos ou lemos, fazemos, automaticamente, o movimento contrário, conectando a linguagem (estrutura superficial) com a estrutura profunda (experiência sensorial e emocional, registros, memória etc). Denominamos esse processo de "pesquisa ou busca transderivacional". Assim, as palavras funcionam como âncoras para experiências guardadas na estrutura profunda.

Quanto mais vaga e cheia de omissões, generalizações e distorções for a linguagem, mais pesquisa transderivacional será necessária para sua compreensão.

O segundo modelo da PNL, o Modelo Milton, utiliza, dentre outros padrões, desse padrão de linguagem cheio de omissões, generalizações e distorções. Como a indução do transe hipnótico se dá através do focar e internalizar a atenção, essa linguagem mais vaga funciona muito bem na indução.

Na indução e na hipnoterapia usando o Modelo Milton podemos guiar a experiência interna do cliente sem o risco de choque com a sua experiência sensorial. Podemos denominar esses padrões de linguagem hipnótica de "linguagem de processo" ou linguagem sem conteúdo. O ouvinte vai colocando o conteúdo que ele necessita trabalhar.

Essa é a linguagem ideal para ativarmos buscas e processos inconscientes no cliente. Assim o cliente processa a resolução de seus problemas e conflitos, acessando seus recursos internos para atingir seus objetivos na terapia.

Jairo Mancilha, M.D., Ph.D., Diretor do INAp-Instituto de Neurolingüística
Aplicada e do IMERJ-Instituto Milton Erickson do Rio de Janeiro
http://www.pnl.med.br

Sem comentários: