sábado, 30 de abril de 2005

Você é importante

1. Diga o nome das cinco pessoas mais ricas do mundo.
2. Diga o nome dos cinco últimos ganhadores do prêmio Nobel, aquele, dado para personalidades que se destacaram na ciência, economia, assuntos da paz.
3. Agora diga o nome das cinco últimas miss universo.
Lembrou?
4. Dê agora o nome de dez ganhadores de medalha de ouro nas olimpíadas.
5. E para terminar, os últimos doze ganhadores do Oscar.

Como foi? Lembrou de algum? Difícil, não?
E olha que são pessoas famosas, não são anônimas não!
Mas o aplauso morre, prêmios envelhecem, grandes acontecimentos são esquecidos.

Agora tente este outro teste:

1. Escreva o nome dos professores que você mais gostava.
2. Lembre de três amigos que ajudaram você em momentos difíceis.
3. Pense em cinco pessoas que lhe ensinaram alguma coisa valiosa.
4. Pense nas pessoas que fizeram você se sentir amado e especial.
5. Pense em cinco pessoas com quem você gosta de estar.
Mais fácil esse teste não?

"As pessoas que fazem diferença na nossa vida não são as que têm mais credenciais, dinheiro ou prêmios. São as que se importam!!! "
Milhões de abraços para si, que pode ser anônimo para o mundo, mas é especial para os amigos!!!

www.metaforas.com.br

O Despertar da Águia

Era uma vez um camponês que foi à floresta vizinha apanhar um pássaro para mantê-lo cativo em sua casa. Conseguiu pegar um filhote de águia. Colocou-o no galinheiro junto com as galinhas. Depois de 5 anos , este homem recebeu em sua casa a visita de um naturalista. Enquanto passeavam pelo jardim, disse o naturalista:
Esse pássaro aí não é galinha .É uma águia.
De fato - disse o camponês . É águia . Mas eu criei como galinha. Ela não é mais águia . Transformou-se em galinha como as outras.
- Não - retrucou o naturalista. Ela é e será sempre uma águia. Pois tem um coração de águia. Este coração a fará um dia voar às alturas.
- Não, não - insistiu o camponês. Ela virou galinha e jamais voará como águia.
Então decidiram fazer uma prova . O naturalista tomou a águia, ergueu-a bem alto e desafiando-a disse: Já que você de fato é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, então abra as asas e voe!
A águia ficou sentada sobre o braço estendido do naturalista. Olhava distraidamente ao redor. Viu as galinhas lá embaixo, ciscando grãos. E pulou para junto delas.
- Eu lhe disse, ela virou uma simples galinha!
- Não - tornou a insistir o naturalista. Ela é uma águia. E uma águia será sempre uma águia. Vamos experimentar novamente amanhã.
E Amanhã a farei voar.
No dia seguinte, o naturalista e o camponês levantaram bem cedo. Pegaram a águia, levaram-na para fora da cidade, longe das casas dos homens, no alto de uma montanha. O sol nascente dourava os picos das montanhas.
O naturalista ergueu a águia para o alto e ordenou-lhe :
- Águia, já que você é uma águia, já que você pertence ao céu e não à terra, abra suas asas e voe!
A águia olhou ao redor . Tremia como se experimentasse nova vida. Mas não voou. Então o naturalista segurou-a firmemente, bem na direção do sol, para que seus olhos pudessem encher-se da claridade solar e da vastidão do horizonte.
Nesse momento, ela abriu suas potentes asas, grasnou com o típico KauKau das águias e ergueu-se, soberana, sobre si mesma. E começou a voar, a voar para o alto, a voar cada vez para mais alto. Voou...voou... até confundir-se com o azul do firmamento...

Do livro "O Despertar da Águia" de Frei Leonardo Boff.

www.metaforas.com.br/

sexta-feira, 29 de abril de 2005

Investigar convicções

A nossa vida é o resultado das nossas convicções, das convicções sobre quem sou, sobre o que é importante para nós, sobre o que somos capazes e o que fazemos.
É pois determinante para a nossa qualidade de vida conhecer as nossas convicções.
Mas como fazer isso se, como Bateson afirmou, apenas 1% das nossas convicções são conscientes e 99% inconscientes?
Se as quer conhecer é muito simples, olhe então para as condições em que vive e pergunte-se:
- quais serão as minhas convicções sobre sobre mim e o mundo para ter produzido estes resultados?

quinta-feira, 28 de abril de 2005

quarta-feira, 27 de abril de 2005

Fim-de-semana em Fátima

Dois dias únicos a dançar com os nossoa "deuses" interiores.
Uma abordagem cinestésica do nosso potencial ao serviço da realização de objectivos de vida no campo pessoal, relacional, financeiro, carreira, psíquico, fisico, espiritual.
Técnicas das mais modernas modeladas de rituais tradicionais.
É uma maneira diferente à descoberta de nós mesmos - visualizando e dançando.
O programa dirige-se tanto a a desconhecedores da PNL, como é também uma abordagem nova para pratitioners, masters ou trainers.
No primeiro dia são despertas e investigadas de forma prática, as forças latentes do nosso poder interior ilimitado. No segundo dia são aplicadas estas forças ao serviço da realização dos nossos objectivos de vida mais significativos.
É sobretudo uma festa, dois dias de libertação corporal, libertação dum controle exclusivo do consciente, da lógica e das palavras sem perder totalmente esse controle.
É uma dança lúcida, um jogo harmonioso entre os dois hemisférios do nosso cérebro.

30 de Abril e 1 de Maio (espacointegral@sapo.pt, 91 788 70 86)

sexta-feira, 22 de abril de 2005

Flexibilidade!

O discípulo de um Filósofo Mestre
Com ele foi ter
No seu leito de morte
Para que pudesse saber:

- Além de tudo o que me deste,
pois fui discípulo de sorte,
Teus ensinamentos, tua sabedoria,
Que mais de ti poderei aprender?

Então, o sábio, sua boca abriu:
- Minha língua, consegues ver?
- Sim Mestre!
- Meus dentes, consegues ver?
- Não Mestre!

E foi assim que prosseguiu:
- Sabes porque os não vistes?
Sabes porque dura a língua mais tempo?
Porque esta é flexível,
Mole como a água
Mutável como o vento.
Os dentes, por sua vez, são duros…
Com isto, nada mais te tenho a ensinar…
Vai pela vida,
E não te esqueças de…
Amar!

quinta-feira, 21 de abril de 2005

YES!!!YES!!!YES!!!

O primeiro grande encontro de Pnlianos practitioners, masters, trainers e coachers portugueses vai ter lugar, como não poderia deixar de ser, num restaurante!

Será no dia 13 de Maio no
Restaurante típico "O Carvoeiro"

em Alfama, Lisboa

Teremos uma sala só para nós. Haverá música, tragam se quiserem os vossos CD´s favoritos.

Para tornar o jantar mais interessante, quem quiser, apresente modelagens lúdicas, ilusionismo, canções, jogos, ou outras experiências interessantes, o que é que acham?

Alguns de vós tiveram um fim de semana de Trance Dance, outros foram ao Tony Robbins, e outros, enfim ... uma boa altura para transmitir o formidável em si.
Estaremos todos imponentes. E isso é muito BOM!!!

CONFIRMEM PARA: ines.m.melo@ctt.pt

quarta-feira, 20 de abril de 2005

Ensaio mental

O que acontece no mundo exterior foi primeiramente concebido em nossa mente. Eis os passos para um ensaio mental para maior eficiência de resultados:

1. Defina a meta (segundo a definição de objectivos)
2. Entre em transe e dissocie-se, quer dizer, veja-se a si próprio na imagem
3. Veja-se executando a tarefa com o maior número de detalhes possíveis (use todos os sistemas representacionais)
3. Associe-se, quer dizer, deixe de ser espectador e vivencie a situação. Controle a ecologia, sente-se bem? Se se não sentir bem dissocie-se e ajuste a imagem. Faça o processo as vezes necessárias até se certificar que é absolutamente ecológico para si.
4. Armazene a imagem no video da sua mente e projete-a as vezes que forem necessárias.

Desejo-lhe sucesso na realização dos seus sonhos.

terça-feira, 19 de abril de 2005

Criando um Futuro Atraente

Finalmente, mais uma iniciação à PNL em Lisboa ao fim-de-semana:
28 e 29 de Maio!

Vale mesmo a pena!

Algumas pessoas perderam a notícia sobre o
Nano Tech Power Deck

Trata-se dum jogo de cartas que combina oráculos e técnicas da PNL para ajudar na solução de problemas.

Quem quiser jogar gratuitamente a versão no computador, clique http://www.nlp.de/exp_com/nt/

Para informação e se quiser adquirir o jogo de cartas, cliquehttp://www.nanotechpowerdeck.com/nanotech/

Sobre meditação...

Assim, vamos juntos meditar agora - não meditar deliberadamente, porque isso não existe. O que vamos fazer é como deixar a janela aberta; e a aragem vem quando vier - traga ela o que trouxer, seja qual for a brisa. Mas se estamos à espera que as brisas venham porque abrimos a janela, elas nunca virão. Assim, é com o amor, com a afeição, com a liberdade, que ela tem de ser aberta - e não porque queremos alguma coisa. E esse é o estado de beleza, esse é o estado da mente que vê, e não pede.

Krishnamurti

Inquérito

Até que ponto isto é verdade para si:

- tenho todos os recursos dentro de mim para me sentir a pessoa mais feliz do mundo.
STEP UP!

A criação do futuro

Se ler a pergunta que se segue esta manhã, tem o resto do dia para a realizar.
Se a ler à tarde, ainda tem o resto do dia à sua disposição.
Se a ler à noite, certamente já sabe que não é o passado a determinante das nossas vidas, mas as decisões que tomamos no presente - e uma decisão toma-se num instante.

Como vou empregar o dia de hoje como um investimento no meu futuro?

segunda-feira, 18 de abril de 2005

Turn dreams into reality… The most powerful personal development events in the world… in the UK!

Anthony Robbins `Unleash The POWER Within`
6th - 9th May 2005
ExCel in the Docklands, London

http://www.tonyinlondon.com/

Realize-Your-Potential.com Project

http://www.realize-your-potential.com

A estrutura da desilusão

Mais um dos notáveis contributos de Richard Bandler, o co-criador da PNL:

"O desapontamento requer um plano adequado"
Richard Bandler

A estrutura da desilusão pode ser esta:

1. Faça uma imagem de como as coisas são neste momento (VAKOG);
2. Uma imagem do ideal como referência e a convicção de que as coisas deverão à força ser assim;
3. É então o momento de comparar as duas imagens.

Uma questão de linguagem

Da laranjeira do meu quintal
comi,
deixei,
levei.
Não comi laranjas,
não deixei laranjas,
não levei laranjas.
Quantas laranjas havia?

A árvore dos desejos

"Era uma vez, um ser humano que viajava e, acidentalmente, entrou no paraíso. No conceito indiano de paraíso existem árvores-dos-desejos. Você simplesmente senta debaixo delas, deseja qualquer coisa e imediatamente seu desejo é realizado - não há intervalo entre o desejo e sua realização. Estava cansado, e pegou no sono sob a árvore-dos-desejos. Quando despertou, estava com muita fome, então disse: "Estou com tanta fome, desejaria poder conseguir alguma comida de algum lugar". E imediatamente apareceu comida vinda do nada - simplesmente uma deliciosa comida flutuando no ar. Ele estava tão faminto que não prestou atenção de onde a comida viera - quando se está com fome, não se é filósofo.Começou a comer imediatamente, a comida era tão deliciosa... Depois, a fome tendo desaparecido, olhou à sua volta. Agora estava satisfeito! Outro pensamento surgiu em sua mente: "Se ao menos pudesse conseguir algo para beber..." E como não há proibições no paraíso, imediatamente apareceu um excelente vinho. Bebendo o vinho relaxadamente na brisa fresca do paraíso, sob a sombra da árvore, começou a pensar: "O que está acontecendo? O que está havendo? Estou sonhando ou existem espíritos ao redor que estão fazendo truques comigo?"... E espíritos apareceram. E eram ferozes, horríveis, nauseantes. Ele começou a tremer e um pensamento surgiu em sua mente: "Agora vou ser assassinado, com certeza...!!" E ELE FOI ASSASSINADO. Esta é uma antiga parábola indiana de imenso significado. Sua mente é a "árvore-dos-desejos" - o que você pensa, mais cedo ou mais tarde, se realiza. Às vezes o intervalo é tão grande que você se esquece completamente que, de alguma maneira, "desejou" aquilo; então não faz a ligação com a fonte. Mas se olhar profundamente, perceberá que todos os seus pensamentos, com medos/receios, estão criando você e sua vida. Então você pode dar a volta, pode mudar seu inferno em paraíso; É simplesmente uma questão de pintá-lo a partir de um ângulo diferente... A responsabilidade é toda sua.Seu "paraíso" depende de VOCÊ. "

sábado, 16 de abril de 2005

E por falar em Tempo "Não faças nada"

Alguma coisa está errada. Parece um desastre. É o Caos.
No Ocidente dizemos "Não fiques aí sentado, parado, faz qualquer coisa!!".
No oriente dizem "Não faças nada, senta-te aí!".
Sabemos que, a não ser que seja uma situação que ponha em perigo a vida, a sabedoria está na abordagem do Oriente, porque ficar quieto de corpo e mente, mesmo que seja só por um momento, permite-nos discernir qual a coisa certa a fazer, e novas perspectivas para vencer velhos instintos.
É a diferença entre reagir e responder.
Sentemo-nos e escutemos a voz sábia interior, em vez de padrões de hábitos em pânico.
Não façamos nada.

sexta-feira, 15 de abril de 2005

Ainda o UPW

Já agora dá jeito passar os meus contactos :-)

Movel: 91 973 72 76
Email: mariopardo@quedalivre.pt

Abraços,

UNLEASH THE POWER WITHIN

Malta,

Como sabem dispus-me a organizar a ida ao UPW com o Anthony Robbins. Um evento inesquecível que garantidamente gostarão.
Queria só, uma vez mais alertá-los para a aproximação da data do evento e pedirvos que o divulguem.
Comprometemo-nos alcançar determinado objectivo, em termos de nº de pessoas, para conseguirmos um melhor preço e ainda lá não chegámos, mas certamente chegaremos, porque tenho a certeza que cada um de vocês irá passar esta mensagem o maior nº de pessoas que conseguir.
É que vale mesmo a pena. Aqueles que já lá estiveram sabem do que estou a falar, o homem é mesmo notável na forma como transmite e aplica os enormes conhecimentos que tem. Dá gosto vê-lo "trabalhar".

Abraços e bora lá andar sobre as brasas em Londres :-)

TEMPO

Olá a todos,

Chegou-me uma história, que tanto quanto sei é verdadeira, acerca do tempo e como nosa relacionamos com ele. Não podia ser mais apropriada, considerando o desafio com que estou a trabalhar. Sobretudo os meus colegas que estão a fazer o Master comigo sabem do que estou a falar.
Cá vai então a história, que é contada na 1ª pessoa, mas por alguém que não sou eu.
Abraços a todos.


Olá,

Já vai para 15 anos que estou aqui na Volvo, uma empresa sueca.
Trabalhar com eles é uma convivência, no mínimo, interessante.
Aqui, qualquer projecto demora 2 anos a concretizar-se, mesmo que a ideia seja brilhante e simples. É regra.

Então, nos processos globais, nós (portugueses, brasileiros, americanos, australianos, asiáticos, etc.) ficamos aflitos para obter resultados imediatos, numa ansiedade generalizada. Porém, o nosso sentido de urgência não surte qualquer efeito neste pams. Os suecos discutem, discutem, fazem "n" reuniões e ponderações. E trabalham num esquema bem mais "slow down". O pior é constatar que, no fim, acaba por dar tudo certo no tempo deles, com a maturidade da tecnologia e da necessidade; aqui, muito pouco se perde.

É assim:
1. O pams é cerca de 3 vezes maior que Portugal;

2. O pams tem 2 milhões de habitantes;

3. A sua maior cidade, Estocolmo, tem 500.000 habitantes (Lisboa, tem 1 milhão);

4. Empresas de capital sueco: Volvo, Scania, Ericsson, Electrolux, ABB, Nokia,...

5. Para ter uma ideia, a Volvo fabrica os motores propulsores para os foguetes da NASA.


Digo a todos estes nossos grupos globais de trabalhadores: os suecos podem estar errados, mas são eles que pagam nossos salários.

Entretanto, vale salientar que não conheço um povo, como povo mesmo, que tenha
mais cultura colectiva do que eles. Vou contar-vos uma breve história, só para vos dar uma noção...

A primeira vez que fui para lá, em 1990, um dos colegas suecos apanhava-me no hotel todas as manhãs. Era Setembro, frio, e a neve estava presente.
Chegávamos bem cedo à Volvo e ele estacionava o carro longe da porta de entrada (são 2.000 funcionários de carro). No primeiro dia não disse nada, no segundo, no terceiro... Depois, com um pouco mais de intimidade, uma manhã perguntei-lhe:

- Você tem lugar marcado para estacionar aqui? Chegamos sempre cedo, o estacionamento esta vazio e você deixa o carro à ponta do parque.

Ele respondeu-me, simples, assim:

- É que, como chegamos cedo, temos tempo de andar. Quem chegar mais tarde já vem atrasado, precisa mais de ficar perto da porta. Você não acha?

Nesse dia, percebi a filosofia sueca de cidadania! Serviu também para rever os
meus conceitos. SLOW vs FAST.

Ha um grande movimento na Europa hoje, chamado SLOW FOOD. A Slow Food
International Association - cujo símbolo é um caracol, tem a sua sede em Itália (o site, é muito interessante. Veja-o). O que o movimento SLOW FOOD prega, é que as pessoas devem comer e beber devagar, saboreando os alimentos, "curtindo" a sua confecção, no convívio com a família, com os amigos, sem pressas e com qualidade. A ideia é a de se contrapor ao espírito do FAST FOOD e tudo o que ele representa como estilo de vida, em que o americano "endeusificou".

A surpresa, porém, é que esse movimento SLOW FOOD serve de base a um movimento
mais amplo chamado SLOW EUROPE, como salientou a revista Business Week na sua
última edição europeia. A base de tudo, esta no questionar da "pressa" e da "loucura" gerada pela globalização, pelo apelo ` "quantidade do ter" em contraponto ` qualidade de vida ou ` "qualidade do ser".

Segundo a Business Week, os trabalhadores franceses, embora trabalhem menos horas, (35 h/semana) sco mais produtivos que os seus colegas americanos ou ingleses. E os alemães, que em muitas empresas instituiram a semana de 28,8 horas de trabalho, viram a sua produtividade crescer nada menos que 20%.

Esta chamada "slow atitude" esta a chamar a atenção, até dos americanos, apologistas do "Fast" (rápido) e do "Do it now" (faça já).

Portanto, esta "atitude sem-pressa" não significa, nem fazer menos, nem menor produtividade. Significa, sim, fazer as coisas e trabalhar com mais "qualidade" e "produtividade" com maior perfeição, atenção aos pormenores e com menos "stress".

Significa retomar os valores da família, dos amigos, do tempo livre, do lazer, das pequenas comunidades, do "local", presente e real, em contraste como "global" - indefinido e anónimo.

Significa a retoma dos valores essenciais do ser humano, dos pequenos prazeres do quotidiano, da simplicidade de viver e conviver e até da religião e da fé.

Significa um ambiente de trabalho menos coercivo, mais alegre, mais "leve" e, portanto, mais produtivo onde os seres humanos, felizes, fazem com prazer, o que sabem fazer de melhor.

Gostaria de que vocês pensassem um pouco sobre isto.
Será que os velhos ditados "Devagar se vai ao longe" ou "A pressa é inimiga da perfeição" já não merecem a nossa atenção, nestes tempos de loucura desenfreada?

Será que as nossas empresas não deveriam também pensar em programas sérios de "qualidade sem-pressa", até para aumentar a produtividade e qualidade dos nossos produtos e serviços, sem a necessária perda da "qualidade do ser"?

No filme "Perfume de Mulher", há uma cena inesquecível. Um personagem cego,
interpretado por Al Pacino, convida uma moça para dançar e ela responde-lhe:

- Não posso, porque o meu noivo deve chegar dentro de poucos minutos.
- Mas, num momento, se vive uma vida. (responde ele, conduzindo-a num passo de
tango). E esta pequena cena é, para mim, o momento mais marcante do filme.

Algumas pessoas correm atrás do tempo, mas parece que só o alcançam quando
morrem de enfarte, ou algo assim.

Para outros, o tempo demora a passar; ficam ansiosos com o futuro e esquecem-
se de viver o presente, que i o único tempo que existe.

TEMPO, toda a gente tem, por igual.
Ninguém tem mais, nem menos, que 24 horas por dia.
A diferença é o que cada um faz do seu tempo.
Precisamos de saber aproveitar cada momento, porque, como disse John Lennon, "A vida, é aquilo que acontece enquanto fazemos planos para o futuro".


Parabéns por ter lido até ao fim. Muitos não leram esta mensagem até ao fim, porque não podem "perder" o seu tempo neste mundo globalizado.

Pense, e reflicta até que ponto vale a pena deixar de "curtir" a sua família, ou os seus amigos. Deixar de estar com a pessoa amada, ou passear na praia no fim-de-semana.

Amanhã, poderá ser tarde demais."


Um Bom Dia a todos!!!

quinta-feira, 14 de abril de 2005

Segredo dum coach de excelência

Quanto mais sério você ficar com os problemas dos seus clientes, mais reforça a idéia de que eles têm problemas sérios.... se continuam revivendo seguidamente a tragédia e levando-a a sério, coninuarão assim para o resto da vida... Comece por levá-los a ter senso de humor sobre a tragédia.Quando voltarem ao passado e começarem a rir, sentir-se-ão livres dele e enfrentarão o futuro.
Richard Bandler (1993)

quarta-feira, 13 de abril de 2005

Pnliana aprovada não diplomada

Sabiam que só existem dois dias do ano sobre os quais nada pode ser feito?
Um deles chama-se ONTEM e o outro é AMANHÃ.
Portanto,
HOJE é o dia certo para você:
AMAR,
SONHAR,
OUSAR,
PRODUZIR
e acima de tudo
ACREDITAR!!!!!

em http://www.curraldamula.blogspot.com/

Publicado por: mena / 02:00

Os Dois Presentes

Quando Deus criou Adão e Eva disse aos dois:
Só tenho dois presentes para vocês: Um é a arte de fazer xixi em pé...

Eu!!!Eu!!!Eu!!!Eu!!! Eu quero, por favor...
Senhor, por favor, por favor, sim? - Interrompeu Adão. Me facilitaria a vida substancialmente.

Eva concordou e disse que essas coisas não tinham importância para ela.

Então, Deus presenteou Adão.
Adão gritou de alegria, corria pelo jardim do Edén e fazia xixi em todas as árvores, correu pela praia fazendo desenhos com seu xixi na areia......

Deus e Eva contemplavam ao homem louco de felicidade e Eva perguntou a Deus:
E... qual é o outro presente ?
Deus respondeu:
- Cérebro Eva, cérebro......

Publicado por: mena / 20:10postCount('111324676575422708');
no http://www.curraldamula.blogspot.com/

O sentido de humor

... muitas pessoas pensam que, se você se diverte com algo, não funciona. Se a PNL acrescentar alguma coisa ao mundo, espero que seja a atitude: "Se não for divertido, provavelmente não funcionará".
Richard Bandler (1993)

Dicas do Manual perdido

No ano passado atendi 112 clientes entre os seminários e em 111 dos casos tive somente que saber com detalhes o que faziam nas suas cabeças e depois olhar para eles e dizer: "Alguma vez lhe ocorreu não fazer isso?!" Respondiam: "Bem, não!" Eles não sabiam o que estavam fazendo. O 112º sabia quem era e precisava somente de um ligeiro chuto no traseiro para sair e fazer tudo.

Richard Bandler (1993)

Acredite no riso

Com a capacidade de rir, você terá a liberdade de escapar de seu próprio modelo do mundo...
Olhe para uma situação vendo-a tão tola quanto é... Ela o seria em algum outro contexto, outra época ou cultura. Você pode mudar bastante suas percepções.

Richard Bandler (1993)

terça-feira, 12 de abril de 2005

Por falar em cães...

Logo que foi criado, o Cão lambeu a mão de Deus, que lhe acariciou a cabeça.
- Que queres, Cão?
- Senhor Deus, gostaria de ficar junto de ti no céu, junto à porta.
- Era o que faltava! Não preciso de cão, pois ainda não criei os ladrões.
- E quando os crias, Senhor?
- Nunca. Estou cansado. Há cinco dias que trabalho e agora é tempo de descansar. Tu, Cão, és a minha melhor criatura, a minha obra-prima. É melhor que fique por aqui. Não é bom que um artista vá além da sua inspiração. Se continuasse a criar, era capaz de errar. Vai-te embora, Cão! Vai imediatamente povoar a terra. E que sejas feliz.
O cão suspirou profundamente:
- E que faço na terra, Senhor?
- Comerás, beberás, dormirás, crescerás e multiplicar-te-ás.
O Cão suspirou ainda com mais tristeza. Deus disse-lhe então:
- Mas que mais queres tu?
- Senhor, queria que fosses tu o Patrão. Não te poderias estabelecer também tu na terra?
- Não, Cão. Não posso estabelecer-me na Terra para ser a tua companhia. Tenho mais que fazer. Este céu, estes anjos, estas estrelas já me dão muito que fazer.
O Cão abaixou a cabeça e fez sinal de se ir embora, mas depois voltou-se para trás:
- Se ao menos, Senhor Deus, houvesse lá em baixo na terra uma espécie de patrão do teu género...
- Não, não existe...
O Cão fez-se pequenino, baixinho e suplicou mais uma vez:
- Se quisesses Senhor... Podias experimentar...
- Impossível. Fiz o que tinha a fazer. A minha obra está completa. Não poderei criar um ser melhor que tu. Se hoje criasse um outro, certamente que me iria sair mal...
Suplicou o Cão:
- Senhor Deus, não importa que saia mal, desde que eu possa segui-lo por onde quer que ele vá, e deitar-me aos seus pés quando pára.
Então o Senhor Deus ficou maravilhado por ter criado uma criatura tão boa e disse ao Cão:
- Vai e que se faça segundo o teu desejo.
E, entretanto no seu laboratório, criou o Homem.
Mas o HOMEM isto NÃO O SABE.

Especialmente dedicado a ti Céu Romeiro
Que Deus abençoe sempre o teu Amor aos animais...

Treinadores de cachorros

Os cachorros aprendem melhor e mais rapidamente que algumas pessoas. Especialmente um que eu tive. Tive o cão mais esperto que se possa imagi­nar. Se eu tivesse aprendizes de PNL como ele, tudo seria mais fácil.
Um dia descobri que trabalhava para meu cachorro. Eu voltava para casa depois de ensinar o dia inteiro. Havia dirigido durante duas horas para chegar em casa. Ao abrir a porta de entrada, meu cachorro estava esparramado no sofá vendo televisão. Olhei para ele e para minha maleta de mão e pensei: "Alguma coisa não está certa aqui." Ele me olhou e disse: "Ei Rich, você não gostaria de ir até a cozinha e me arrumar um pouco de comida? Estou com fome." Depois que comeu, pediu-me que ­levantasse e abrisse a porta para sair. Pensei: "Que é isso? Estou traba­lhando para um cachorro?" A palavra me surpreendeu. Quantos aqui têm cachorro? Vocês trabalham para ele ou não? Vocês vão para o trabalho. Eles ficam em casa e assistem a televisão o dia inteiro.
Pus meu cão para trabalhar. Ensinei-o a treinar pessoas. É uma boa técnica. Eu tinha um pastor alemão e costumava trazê-lo para as sessões. Alguns clientes não faziam o que eu queria, bastava então dar um sinal e ele rosnava para a pessoa. O cliente tornava-se muito cooperativo. Eu falava: "Entre em transe." O cachorro fazia: "Rôô&ôhhh!" Ele fechava os olhos imediatamente.
Algumas pessoas que trabalham com hipnose fazem coisas que acho totalmente ridículas. Elas participam da guerra de fechamento dos olhos. Ficam quarenta e cinco minutos tentando que a pessoa feche os olhos. Parece uma perda de tempo tão grande quando você pode chegar e dizer: "Por favor, feche os olhos." Faça coisas mais úteis.

Richard Bandler
no capítulo "Dicas do Manual Perdido" em "Hora de Mudar",
Time for a change (1993) by Meta Publications

Social Panoramas

"Dançando com os deuses" é um programa que para além de conter as técnicas mais usuais da PNL, é inspirado em modelagem de rituais. É sobretudo inspirado em anos de trabalho de investigação e prática clínica dum grande amigo meu com anos de experiência de hipnose e PNL.
Para quem está interessado em PNL e nos mais recentes conhecimentos da psicologia cognitiva aconselho a ler

Social Panoramas,
Changing the unconscious landscape with NLP and psychotherapy
Lucas Derks
Crown House Publishing, UK e USA, 2005,
ISBN 1904424031
LCCN 2003102131

O livro contém para além da introdução teórica à maneira como construímos mentalmente o mundo (o panorama social mental), aplicações terapêuticas práticas no campo da auto imagem, a construção do poder social, a dinâmica das relações e grupos e a sua expressão mental, o panorama familiar (o que considero pessoalmente como neste momento sendo a única alternativa séria em termos de PNL às constelações familiares de Hellinger) e o panorama mental espiritual.

segunda-feira, 11 de abril de 2005

Dança e Transe

Dançando com os deuses

A PNL parte do princípio que só podemos lidar com os deuses dentro de nós. Ora isso oferece-nos possibilidades extraordinárias – se os deuses estão dentro de nós então abrem-se possibilidades fantásticas para lidar com eles e criar facilmente aliados na realização da nossa missão no mundo.
Muitas vezes criámos deuses e perdemos o controle sobre eles. Eles acabaram por dominar o ser humano. A PNL ensina-nos como fazer para os pôr ao serviço do nosso crescimento na realização dum mundo melhor.

30 de Abril e 1 de Maio, no Espaço integral, em Fátima: espacointegral@sapo.pt

1º Dia
1. Introdução à PNL, mapas mentais e axiomas básicos
· O funcionamento da mente
· O livro de instruções do cérebro
2. Introdução ao Panorama espiritual mental
· Experiências espirituais da mente
· Como lidar com os deuses interiores
3. Formulação de objectivos de vida significativos
· As condições do sucesso
· Emprego de recursos mentais latentes
4. Descoberta de recursos interiores
· O nosso passado e os ancestrais
· Descoberta individual do propósito da vida
· Os entes espirituais dentro de nós
· Vivência dum estado espiritual essencial
· O ritual da Identidade
5. Oráculos no quadro da realização do objectivo pessoal

2º Dia
6. Neutralizando impedimentos
· Resolução de problemas com a sintaxe somática
· Neutralizando crenças limitadoras
· Domar o dragão interior
7. Ritual do circulo mágico
· A criação do círculo mágico pessoal
8. Dançando com os deuses interiores
· Purificação interior
· Chamando os nossos deuses interiores
· A Grande Dança da Transformação
9. Implantação do futuro
· Cerimónia da implantação do objectivo
10. Integração neurológica
· Harmonização, congruência
· Celebração colectiva

Nano Tech Power Deck

As poderosíssimas mini-técnicas da PNL que tenho publicado são adaptações pessoais do
Nano Tech Power Deck.
Trata-se dum jogo de cartas desenvolvido pelo grupo dinamarquês do Instituto Europeu de Programação Neurolinguística que combina oráculos e técnicas da PNL para ajudar na solução de problemas.
Quem quiser jogar gratuitamente a versão no computador, clique
http://www.nlp.de/exp_com/nt/

Para informação e se quiser adquirir o jogo de cartas, clique
http://www.nanotechpowerdeck.com/nanotech/

sábado, 9 de abril de 2005

As poderosissimas mini-técnicas da PNL (6)

1. Formule um aspecto de insegurança na sua vida.
2. Diga-se: “as competências são o resultado de como organizo internamente as minhas experiências da vida. Possuo todas as experiências para conseguir tudo o que quero realizar”.
3. Vá a um momento desses, um momento em que teve uma das muitas experiências que se transformaram em aprendizagens fundamentais na sua existência. Sinta-as.
4. Repita-se: “Posso aprender tudo, posso transformar todas as experiências da minha vida em aprendizagem”. Vivencie de novo um desses momentos ao mesmo tempo em que, por exemplo, fecha o punho e diz YES!
5. Levando consigo estes pensamentos, esta imagem de si, a tonalidade com que diz YES, e sobretudo esta sensação, releia a formulação daquele momento antigo em que formulou a insegurança e note o caminho que já percorreu. Interessante?

As poderosissimas mini-técnicas da PNL (5)

1. Comece por definir o problema para o qual vai encontrar uma solução;
2. Volte-se para o seu ser interior, para as vozes interiores, para as imagens que surgem do ser profundo de si, para as sensações que vêm ao cima e peça a uma voz que se manifeste de forma mais perceptiva, aquela que está disposta a ajudar na solução do problema. Ou então escolha uma das vozes.
3. Sinta-a, pergunte-lhe como se chama, agradeça-lhe. Trate-a com o maior respeito, como sendo a figura mais importante do Universo.
4. Entabule uma conversação sobre o problema para o qual vai encontrar a solução.
Às vezes está consciente da resposta. Outras não. Consciente ou inconscientemente permita que as respostas conscientes ou na forma de sensações entrem dentro de si e façam ressonância, preencham todas as células do seu corpo.
5. Quando tiver aquela sensação íntima especial e mágica que aconteceu algo a nível metafórico profundo, deixe assentar, e esqueça.
6. Deixe-se espantar e se calhar nem terá tempo nem oportunidade para isso. Possivelmente não se lembrará sequer do problema que formulou.

As poderosissimas mini-técnicas da PNL (4)

1. Formule um ponto problemático para o qual quer encontrar novas saídas;
2. Transporte-se para um local natural em que ainda estão presentes e convivem e tentam sobreviver todos os animais do mundo;Imagine um animal aproximar-se de si.
3. Associe-se, entre na pele desse animal, experimente os sentidos desse animal, pense os seus pensamentos, experimente as suas capacidades, as qualidades, as suas competências; respire o seu ritmo, ande como ele anda, olhe como ele olha, ouça como ele ouve... seja por um momento esse animal, experimente a sua magia animalesca;
4. Volte a si mesmo, seja você, mas agora reviva o ponto problemático de que partiu mas mantendo ainda por um momento vivas as competências, os sentidos, os significados, os possíveis pensamentos, o ritmo desse animal;
5. Se quiser experimente de novo o que resta do problema inicial, mas agora deixando aproximar-se de si outro animal, identifique-se com ele, e faça todo o processo de novo, as vezes que quiser.
6. Vá ao futuro e pergunte-se sobre a questão problemática antiga e muito possivelmente descobre que o problema desapareceu.

As poderosissimas mini-técnicas da PNL (3)

1. Determine para si uma situação limitadora como ponto de partida, uma convicção limitadora, uma emoção negativa, um comportamento indesejável...
2. Faça uma imagem de si com 80 ou 90 anos de idade. Associe-se, meta-se na pele desta personagem que é você mas agora com 80 ou 90 anos de idade. Seja por um momento esta pessoa. Adopte a sua postura, identifique-se com a sua experiência e pensamento.
3. Dê, metido na pele desta pessoa mais velha, conselhos ao jovem que é você na sua idade actual sobre a situação limitadora que foi o seu ponto de partida.
4. Volte agora a ser o você jovem, escutando os conselhos desta pessoa mais velha que é o você com 80 ou 90 anos de idade. Faça-lhe perguntas, se ousar fazer perguntas, claro.
5. Meta-se de novo na pele deste ser que é você com 80 ou 90 anos.
6. Mude de personagem as vezes que forem necessárias até ter a resposta que precisa para este momento crucial na sua vida.
7. Certifique-se do que se transformou. O amanhã nunca mais poderá ser o mesmo. Certifique-se disso. Então acabou por agora o exercício.

As poderosissimas mini-técnicas da PNL (2)

1. Nomeie um ponto de partida, uma situação para si problemática;
2. Nomeie pelo menos três problemas (consequências) que tenham a ver com esta situação problemática;
3. Qual é o significado (o ganho pessoal positivo) atrás de cada um destes problemas? Resuma numa palavra o significado atrás de cada um dos problemas – tem agora pelo menos três significados;
4. Estes três significados são um exemplo de quê? Encontre uma palavra, um significado englobante para todos os significados positivos dos problemas específicos;
5. Olhe para a situação problemática do início com os olhos deste significado total, com esta sonância englobante, esta nova sensação englobante significativa atrás dos significados particulares?
6. Tire conclusões: O que se modificou em relação ao antigo ponto problemático de partida?
7. Não se culpe. Parta sim do princípio que há maneiras mais elegantes de realizar o significado da sua vida. Possivelmente que o que ainda não encontrou foram alternativas que sejam mais eficazes.

sexta-feira, 8 de abril de 2005

As poderosissimas mini-técnicas da PNL (1)

1. Qual era a necessidade que tinha enquanto criança, necessidade essa que não era preenchida pelo seu pai (mãe)?
2. Como é que o seu pai (mãe) poderia ter preenchido esta sua necessidade? Veja, ouça e sinta o que ele (ela) poderia ter feito.
3. Imagine-se o seu pai (a sua mãe) aplicando estes comportamentos. Associe-se totalmente. Vivencie estas imagens, ouça estes sons, cheiros, prove estas sensações que teriam preenchido as suas necessidades de criança. Imagine-se o seu pai (a sua mãe), identifique-se com o seu pai (a sua mãe), com estes comportamentos, dando estas sensações à criança necessitada. Viva isto totalmente.
4. Imagine a criança a crescer possuindo tudo o que recebeu deste pai imaginário (desta mãe imaginária), imagine-se passando por todos os episódios importantes da sua vida mas agora levando consigo estes recursos que recebeu do seu pai imaginário (da sua mãe imaginária) até chegar à idade actual. Abrace a criança. Integre-a.
5. Como se sente em relação à necessidade que tinha?
6. Como vê o futuro agora naquelas situações em que antigamente teria sentido aquela necessidade antiga?

Focado nas SOLUÇÕES (Tony Robbins):

Encontramos sempre aquilo em que nos focamos -
problemas ou soluções.

Se se depara com um problema, pergunte-se:
1. Qual é o aspecto bom, o que é útil neste problema?
2. O que é que ainda não é perfeito?
3. O que estou disposto(a) a fazer para que as coisas se tornem como eu quero?
4. O que é que eu não quero fazer mais para que tudo se torne como eu desejo?
5. Como me posso divertir com o acontecimento enquanto faço o que deve ser feito para que tudo se torne como eu quero?

PSICOLOGIA ECLÉTICA

30 anos de desenvolvimento no mundo, a arte e ciência da Programação NeuroLinguística
(NLP - Neuro Linguistic Programming)

Aumente a qualidade de vida e crie um futuro atraente em Aveiro

Sábado e Domingo, 23 e 24 de Abril, terá lugar no Espaço Corpo e Mente, em Aveiro o programa “Criando um futuro atraente”.

São dois dias de iniciação às técnicas da Programação NeuroLinguística. A PNL, com 30 anos de constante crescimento e espalhada por todo o mundo apresenta-se como uma das ferramentas mais completas existentes neste momento para ajudar todos aqueles que queiram decidir aqui e agora dar um passo maior no controle e qualidade de vida, aumentar ainda mais o prazer de viver, como proporcionar conhecimentos e competências que permitem realizar mais facilmente os objectivo de sucesso que queiramos realizar.

Serão ensinadas e praticadas técnicas como as condições de formulação de objectivos que levam a maior sucesso; aprende-se a lidar com o pensamento para o pôr ao nosso serviço na realização duma vida de sonho; aprendem-se bases para criar melhores relações com os outros; treinam-se estados de vitalidade e êxito; são descobertas fontes da motivação e decisão e prazer; abrem-se caminhos para uma nova forma de lidar com as contradições internas à procura duma nova harmonia; trabalham-lhe emoções através da regressão no tempo, instala-se um novo futuro, aprende-se o significado e poder da harmonia entre o pensamento, da sensação e da acção.


Inscrições
Marisol Couto Pinhal
93 320 74 25
corpoemente@netcabo.pt

quinta-feira, 7 de abril de 2005

Rainer Kunze


Duas pessoas remam um barco. Um deles conhece as estrelas. O outro conhece as tempestades. Um deles poderia guiar através das estrelas. O outro através das tempestades. E no fim, bem no fim, o mar fica na lembrança, azul.

CINCO Perguntas antes de tomar qualquer Decisão

Para cada decisão que tomamos, deveremos questionar-nos se a escolha irá satisfazer cinco questões básicas. Mesmo que só uma esteja ausente, deveremos pensar melhor.
Estas cinco questões são: verdade, beleza,saúde, felicidade e luz.

Verdade: A decisão reflecte a verdade de acordo com o meu eu interior, sistema de crenças, ou moralidade?
A verdade deverá ser encontrada interiormente.
Beleza: A decisão reflecte mais beleza na minha vida?
Saúde: A Decisão suporta mais do que dissipa ou prejudica a minha saúde?
Felicidade: A Decisão resulta numa experiência de expansão do meu ser?
Luz: A Decisão ajuda a remover alguma escuridão dentro de mim?
Exemplos: Se a decisão nos traz mais alegria e vivacidade, tras-nos mais luz;se a decisão ajuda-nos a confrontar com emoções negativas (inveja, ciúmes, possessividade, ressentimento....) a remoção da escuridão permite-nos mais luz.

quarta-feira, 6 de abril de 2005

Sucesso

Rir frequentemente e muito; conquistar o respeito de pessoas inteligentes e o afecto das crianças; conseguir o apreço de críticos honestos e aguentar a traição de falsos amigos; apreciar a beleza, encontrar o melhor nos outros; deixar o mundo um pouco melhor, seja através de uma criança saudável, de um caminho de jardim ou de uma condição social redimida; saber que pelo menos uma vida foi mais fácil porque você viveu. Isto é ter sido bem sucedido.

Ralph Waldo Emerson

citado por Anthony Robbins em "O Poder sem Limites, novas técnicas de realização pessoal" (uma introdução à Programação NeuroLinguística), ISBN 972-711-476-8

Criando um Futuro Atraente

Iniciação à PNL

9 e 10 de Abril, em Sintra

Inscrições: caetana_veiga@iol.pt, ou 96 238 19 19

Perguntas, perguntas, perguntas...

Para se manter no caminho que traçou, talvez seja bom perguntar-se diariamente:

O que é que verdadeiramento quero atingir?
Como é que me posso tornar melhor naquilo que faço ou na maneira como me sinto?
O que me impede?
O que é que fundamentalmente é importante para mim?
O que está correndo às mil maravilhas?
O que é que é preciso melhorar?
Quais são as fontes de que posso beber? Quais os recursos que posso empregar?

O mundo actual não é mais daqueles que possuem a informação.
A informação está em toda a parte.
A diferença está naqueles que agem.

terça-feira, 5 de abril de 2005

Sobre o consciente e o inconsciente em PNL

Quais são algumas das características do consciente e do inconsciente, em termos de PNL?
Para já, não vai encontrar definições precisas de consciente e inconsciente na PNL.
Talvez esta: o inconsciente é tudo aquilo de que não estamos conscientes!
Uma definição interessante. Então nós e a nossa vida, somos por 99 % inconscientes. É é bom assim. O problema põe-se talvez quando queremos com aqueles 0,1% controlar a nós próprios e a vida. Tarefa absolutamente destinada ao fracasso.

Alguns dados comparativos:
- Enquando o consciente está sobretudo ocupado na realização de tarefas de forma linear, o inconsciente está direccionado para actividades de carácter holístico;
- O consciente só consegue agir de forma lógica sequencial, o inconsciente emprega a intuição;
- O consciente é especialista no pensamento analítico, lógico. O inconsciente é criativo;
- Enquanto o consciente pretende controlar a verbalidade, o inconsciente está muito mais ocupado com a linguagem corporal total;
- O consciente gosta de matemática, o inconsciente preocupa-se com significados, lida com emoções;
- O consciente analisa e analisa, o inconsciente armazena (e não há delete possível).

O problema muitas vezes é que queremos controlar com os nossos 0,1% a realidade total dos nossos 100% que formam o nosso ser total.

Não há mau nem bom, não há falso nem errado.
Há momentos, há resultados, há esperanças, há soluções...
Tudo no devido momento, em PNL empregamos o critério da "funcionlidade".

E talvez seja bom perguntar-se então "quem sou", o que corresponde ao meu ser holístico, total e livre, criativo - qual é a minha missão?

Uma pergunta também talvez interessante neste quadro:
- O que é que faz em mim a minha DIGNIDADE?

segunda-feira, 4 de abril de 2005

Os 4 pilares da PNL

RAPPORT, como se relaciona consigo e como constrói a sua relação com os outros;
PERCEPÇÃO SENSORIAL, a consciência do mundo a partir do emprego de todos os sentidos;
DIRECCIONAMENTO A RESULTADOS, pensamento e acção dirigido ao que quer, focado nas soluções;
FLEXIBILIDADE DE COMPORTAMENTO, fazer doutra maneira se não está conseguindo resultados.

domingo, 3 de abril de 2005

PNL e a fórmula do sucesso

Quais são os cinco passos da fórmula do sucesso?

Os cinco passos do sucesso seja em que contexto for da vida, empregue seja que metodologia for, são:

1. conheça o resultado, a meta, o objectivo;
2. passe à acção;
3. esteja alerta sensorialmente para se aperceber, ver, ouvir, sentir, cheirar, provar, os resultados que está tendo;
4. seja flexível para poder aprender dos resultados e adaptar o seu comportamento – se algo não está a funcionar, faça então doutra maneira;
5. não tente ser perfeito – isso é irrealista – tente sim fazer sempre melhor, sempre direccionado para a perfeição, sempre ultrapassar-se.

Esta é, neste momento, por aquilo que conhecemos, a fórmula universal do sucesso.

sábado, 2 de abril de 2005

Visualização

Procure um lugar sossegado num canto calmo, em qualquer lugar em que se encontre..
Feche os olhos, respire fundo, e visualize-se na orla de uma densa floresta.
Vê um caminho por onde entrar e decide segui-lo.
A floresta é densa e à medida que caminha, torna-se cada vez mais escuro até que não consegue ver nada. Surge, então, um feixe de luz no alto da sua cabeça.
Aproxima-se e quando está perto, vê que há uma pequena clareira na floresta. É como se estivesse estado na floresta escura por tanto tempo, que a luz lhe fere a vista. Senta-se e olha para a clareira por alguns momentos até habituar-se à luz.
O mundo fica como que totalmente em silêncio, à medida que se dirige para esse espaço aberto. A relva acaricia-lhe os pés. Entretanto vê a entrada de uma gruta pequena. Aproxima-se e fica consciente de que há uma face a olhar para si. Não tem medo, porque essa face sorri e é como que se lhe dissesse "Eu tenho estado à tua espera".
É a face de uma calorosa e sábia velhinha, que apesar das suas rugas, uma ternura e um carinho erradiam dos seus olhos. Sente, instantâneamente, que ela é sua amiga. É como se já a conhecesse em toda a sua vida.
Senta-se em frente dela e como toda a atenção, prontifica-se a ouvir o que ela tem para lhe dizer. Você tem algumas questões que gostaria de lhe fazer.
Faz a pergunta, e a seguir, fica em silêncio, esperando.
Após um momento, que pode parecer uma vida, ela começa a falar e diz-lhe...
...
...Tome atenção e oiça o que ela lhe diz...

(Pegue num papel e caneta e escreva o que ouviu.)

JANTAR PNL

Das mensagens que recebi, a maioria prefere um jantar em dia de semana.
Para agradar, mais ou menos a todos, propô-se uma Sexta-Feira - Dia 13 de Maio, em Lisboa.
Não havendo inconvenientes, marquem já na vossa agenda.
Obrigada.