terça-feira, 15 de novembro de 2005

Viajante

"Um viajante muito cansado sentou-se à sombra de uma árvore, sem saber que esta árvore era mágica, "A arvore dos desejos." Sentado na terra dura, ele pensou que seria muito agradável encontrar uma cama fofa. No mesmo instante, essa cama apareceu ao lado dele. Surpreendido o homem deitou-se nela dizendo que a maior felicidade seria que uma jovem rapariga lhe viesse massajar as pernas muito cansadas. Uma jovem rapariga apareceu e massajou-lhe as pernas com muita calma e agradavelmente. "Tenho fome, disse o homem, e comer agora seria uma delicia." Uma mesa apareceu carregada de comida suculenta. O homem regalou-se, comeu e bebeu. A cabeça estava um pouco atordoada. Os olhos, por acção do vinho e do cansaço fechavam-se. Deixou-se ir e deitou-se na cama a pensar nos acontecimentos maravilhosos desse dia extraordinário. "Vou dormir uma hora ou duas. O pior seria que um tigre passasse por aqui durante o tempo que estou a dormir." Um tigre apareceu logo e comeu o homem. Todos temos uma árvore mágica de desejos, que só está a espera das nossas ordens…

2 comentários:

bibi disse...

Boa parábola.Vamos manter nossos pensamentos positivos baseados especificamente no que queremos. Assim podemos seguir nossos caminhos plenos de recursos.Guiar-mo-nos a nós próprios conscientemente é uma dávida.... vamos aproveitá-la..

Yola disse...

Fantástico amiga. Que metáfora cheia de significado. Estiveste especificamente bem na linguagem empregue e na simplicidade da história que, ao ser transmitida, nos enche de Confiança. Podes melhorar se substituires os tigres pelos leões só porque, pessoalmente, prefiro esta última escolha (estás perdoada). Parabéns estiveste bem!
Nem se fazia a festa sem um aparte destes... Rir é, afinal, a melhor metáfora e nós duas estamos fartinhas de saber isso...